Odontologia para gestantes e bebês

O tratamento odontológico na gestação contém, há muito tempo, uma série de informações desencontradas e que não correspondem à realidade, afastando cada vez mais a gestante do consultório odontológico e, portanto, de práticas ligadas ao seu bem estar geral que a beneficiaria.

Existem importantes razões para a gestante realizar o pré-natal odontológico. Várias pesquisas comprovam que a infecção gengival da mãe está associada a partos prematuros e ao baixo peso dos recém-nascidos.

Isso ocorre porque as bactérias presentes em infecções gengivais severas migram para o líquido amniótico, aumentando o risco de prematuridade e também de pré-eclâmpsia (forma mais perigosa de hipertensão durante a gestação).

Para complicar, as grávidas ficam mais suscetíveis a problemas bucais por vários motivos. Um deles é o aumento do nível dos hormônios progesterona e estrogênio na gestação, responsáveis pela dilatação dos vasos sanguíneos dos tecidos, tornando a gengiva mais vulnerável à inflamação e a sangramentos – a chamada gengivite. Se não tratada, ela pode evoluir para a periodontite, infecção que leva à perda do osso de sustentação dos dentes. Somada à infecção, há ainda o risco da mudança no ph da saliva causada por vômitos constantes.

Além disso, se a alimentação da gestante não for equilibrada, mas sim repleta de açúcares, esses alimentos irão estimular a formação de placa bacteriana, consequentemente o aumento da incidência de cárie por consequência  do erro alimentar e piora na higiene bucal.

Daí a importância do pré-natal odontológico (primeira fase): limpeza cuidadosa realizada em consultório, que deve ser feita com frequência específica, dependendo do caso. Nessas visitas, a gestante optará por realizar o check-up preventivo digital (ver o item CHECK-UP, no tópico DIFERENCIAL, ) e  receberá orientações sobre a melhor forma de higienização diária, com o uso correto da escova e fio dental, a fim de não agredir a gengiva sensibilizada.

Caso necessário, também será realizado o tratamento odontológico curativo, que inclui restaurações e cirurgias. O dentista especializado da Maestria saberá qual anestésico e quais medicações devem ser utilizados de forma segura. Este é um DIFERENCIAL muito importante no atendimento da gestante.

Na segunda fase do pré-natal odontológico, a consulta tem como foco orientações sobre os cuidados necessários com a cavidade bucal do bebê, assim que ele nascer. Nesta ocasião, a gestante aprenderá mais sobre o aleitamento materno, utilização de bicos artificiais (chupeta e mamadeira), tipos de escovas de dentes e de cremes dentais.

Agende sua consulta!
Dê um passo para o início de uma vida saudável.